Uma Básica Crônica De Desapego E De Caos


Art by Vadi Tkachev


Um meteoro caiu agora perto de mim e abriu uma cratera em metade da Terra. Você aí não percebeu porque não está atento aos detalhes ocultos deste mundo onde os monstros estão pouco a pouco vencendo. Há Golpes ocorrendo por todo lado que se olhe, mas o olho do seu cu está voltado para a sua medíocre vidinha de solteiro ou de casado, de rico ou de pobre ou de miserável, de bandido ou de mocinho, de certinho ou de errado.

Eu sei também que o conforto e a diversão gerados pela contemporânea febre tecnológica vicia, hipnotiza e desvia do foco de determinadas Realidades que são sutis, matreiras e safadas. Compreendo a imbecilidade das pessoas refletidas em comentários nas redes sociais, um reflexo determinante da verdade de que hoje há mais estúpidos do que aspirantes a sábios na face deste mundinho miserável. Aceito que seja assim, a grande maioria humana enlouqueceria se visse o que ocorre nos Subterrâneos desta merda de civilização.

Eu mesmo não sou muito normal, como já perceberam. Eu vejo o que não é para ser visto nem em pesadelos. Eu ouço o que não é para ser ouvido nem em mesas de bares frequentados por assassinos, pedófilos e estupradores. Eu sinto o que não é para ser sentido em todos os sentidos... E isso é pouco diante da distorção quântica de todas as proporcionalidades e probabilidades do Tempo como fator determinante de nossa material passagem. Eu mesmo sou uma distorção pensante quebrando as mil e infinitas paredes de todas as Realidades. Você é uma distorção adoradora de um insano campo de fatores matematicamente calculando a forma como você deverá cair no meio-fio da estrada das Realidades.

Eu também vou cair, essa matemática implacável me persegue e calcula cada um dos meus passos. Mas, me desapego deste caos soberano de nosso mundinho atrofiado e atolado de fezes visuais, sensoriais e mentais. Como faço isso? Me afundo nessas fezes, na Dark Web da Realidade onde vivemos, observando a fundo a podridão que se encarrega de crescer cada vez mais entre nós. A programação desta Realidade está se transformando cada vez mais na caótica voraz carrasca da nossa Humanidade. Se você pensa que "está tudo bem", que "tudo vai melhorar", que "Deus vai nos socorrer", lamento informar que tudo somente tende a piorar. O "está tudo bem" é hoje uma ridícula quimera. O "tudo vai melhorar" é uma utópica fantasia rasgada. E "Deus vai nos socorrer"? Deus é o Grande Cadáver da Viela que leva o nome Dele perto da Rua Da Desgraça.

A Esperança foi a primeira que morreu quando Pandora abriu aquela maldita Caixa. Os Sete Selos já foram abertos, a Taça De Babalon já está sendo derramada. Toda Beleza é uma mentira sensorial. O Bem ao lado do Mal não fazem diferença diante do Caos. Os Oráculos Contemporâneos poupam seus ouvintes e consulentes de saberem que o que domina nossa Realidade é O Caos. A Água Viva foi substituída pela Água Morta e cheia de estricnina, veneno de rato e urânio. Os Adeptos não vão mais voltar a este mundo, nossa meta e nosso destino são determinados pelo Caos. E os monstros estão, sim, vencendo. Os monstros vencedores absortos no Caos. Os monstros vencedores nadando no Caos. Os monstros viciados entorpecidos pelo Caos. Os monstros... 

Quem são os monstros, você está me perguntando incomodado com esta minha crônica de terror abismal muito real?  

NÓS SOMOS OS MONSTROS, SUA CADELA IMBECIL, SEU CÃO IMBECIL!!!

Mas, não se desespere, fique tranquilo, relaxe bastante fodendo e goze bastante em cima dos outros. A Santa Guilhotina Caótica, de qualquer forma, já decapitou você, um fato inefável e inegável desde seu nascimento. Eu mesmo sou um decapitado como você e com minhas músicas tenebrosas, versos abismais, crônicas desprezíveis e um pote grande de açaí com sabor de morango, vou me desapegando da minha decapitação afundando no Caos por inteiro...

Este é o meu hobby predileto e mais querido.

Inominável Ser
DESAPEGADO
CAÓTICO
COM PROVAS
COM CONVICÇÃO




0 Loucas Pedras Lançadas: