Berserk - Volume 16




Roteiro e Arte: Kentaro Miura
Tradução: Drik Sada
Letras: Danilo de Assis
Edição: Beth Kodama
Editora: Panini Brasil Ltda
Data de lançamento: Fevereiro de 2017
242 pags.


Sinopse:


Dois anos se passaram desde o Eclipse que sacrificou quase todos os membros do Bando do Falcão. Guts saiu em busca de vingança contra os God Hand e seus Apóstolos, principalmente contra Griffith, renascido como Femt. Ao chegar a uma vila próxima ao Vale da Neblina, um lugar coberto de névoa o ano inteiro, ele salvou uma garota chamada Jill, cuja vila foi atacada por falsos elfos. Rosine, a rainha dessas criaturas, era amiga de infância de Jill, mas se tornou um Apóstolo e está transformando crianças em elfos demoníacos para formar um tipo de “paraíso” no Vale da Neblina. Guts se infiltrou na “colmeia” de Rosine e uma sangrenta batalha teve início!


Inomináveis Saudações a todos vós, leitores virtuais!


A Saga Da Punição aqui continua demonstrando sutilmente o grande vigor narrativo que posiciona Kentaro Miura entre os grandiosos autores do mundo, no contexto geral das artes literária e gráfica. Desconstruindo e reconstruindo seus personagens, tocando com sensibilidade única na emotividade (sem ser piegas ou fazer com que a conclusão desta parte da saga se torne uma novela mexicana) e explodindo a tensão já comum em Berserk, se encontra aqui mais uma absoluta obra-prima de Miura. Não sei o que mais chama a atenção a cada volume deste mangá: a esplêndida arte que se supera a cada página ou o excelentíssimo roteiro que foge imensamente de todos os lugares comuns bastante caros a um autor de mangá. Certamente, a combinação explosiva entre os dois fatores sentencia o leitor a adotar uma postura de admiração do todo desta obra. É o que este que vos escreve toma como principal argumentação para a adoração da mesma.


O Capítulo Das Crianças Perdidas (Monstro, Demônio Alado, Sangue No Céu Noturno, Entre O Maligno E O Humano, Vagalume, De Volta Para Casa e Elfos Do Céu Azul) e o Capítulo Dos Acorrentados (Fera Da Escuridão, Cavaleiros Das Correntes Sagradas [Partes 1 e 2] e Ídolo Vazio) compõem este volume. Volume que gira em torno de personagens principais que podem ser vistos como outsiders que não encontram o seu devido lugar no mundo. Guts, Jill, Rosine e Farnese parecem aríetes do Destino jogados na grande jogada dos movimentos existenciais para um lado e outro da estrada material. No fundo, a semelhança entre tais personagens é nítida se conseguirmos nos aproximar bem mais de perto de cada um, olhando bem no interior deles, focando no íntimo de seus pessoais dramas. Estes se situam em diferenciadas estradas que cada um percorre.


Guts, como sempre, se concentra no dever único de se vingar dos God Hand representados no mundo de Berserk pelos Apóstolos. Porém, ocorre aqui neste volume, pela primeira vez, uma indecisão que o faz por alguns momentos cruciais na batalha contra Rosine vacilar quanto ao trabalho que tem a fazer. As dúvidas o consomem por alguns instantes já que o que ele enfrenta é uma criança que se tornou um Apóstolo a partir de um desejo infantil de querer ser mais do que naturalmente era. Uma criança é o que ele tenta matar e, somado talvez à história contada a ele pela Jill sobre a relação no passado com Rosine, a indecisão chega a um nível insuportável. No entanto, logo ele retoma sua missão extrema de vingança e reassume seu invencível espírito assassino contra um monstro e, não, uma criança. Apesar de sua infantilidade, aparência e comportamento, Rosine é um monstro, mesmo que não tenha muita consciência disto.


Ao não ser consciente do mal que pratica, ela simplesmente se encontra atada ao sonho da construção de um mundo melhor para si e outras crianças. Um mundo onde Elfos, criaturas que tanto adora, criados por ela a partir dos corpos de crianças humanas, possam ser livres para a execução de toda e qualquer ação. Um detalhe (algo que certamente faz os defensores do “politicamente correto” terem aneurismas cerebrais) é que Guts não se importa em saber que está matando crianças transformadas em monstros. O desconforto que ele sentia no volume anterior desapareceu logo ao fim do mesmo e neste moldou sua bélica resistência a uma de seus inimigos existenciais. Ele segue na matança desenfreada, pisando acima dos cadáveres dos falsos Elfos, que reassumem a aparência original após a morte… Sim, isto é Berserk, um mangá que não é para qualquer um, senhor de uma atmosfera que aterroriza devido à realidade tão chocante que apresenta. Não cabe aqui julgar o autor por ter ido tão longe, já que se trata de uma obra crítica que se refere a monstruosos fatos desta nossa Humanidade. Crianças humanas, como sabemos, podem ser capazes de atos terríveis, pois ética, moral e civilidade lhe são conceitos inacessíveis em sua completa significação. Imaginem, então, crianças cruéis com habilidades que ultrapassam todos os limites humanos?


No fim, Rosine não passa de uma criança que queria encontrar seu lugar no mundo. Em seu ponto de vista de criança, tudo que fez não poderia ser considerado mau ou cruel, como um adulto dotado de consciência plena de seus atos consideraria. Hoje mesmo soube-se pelos noticiários que em uma cidade do Piauí uma menina grávida de quinze anos foi estuprada por três menores e assistiu o namorado ser degolado e jogado em um rio. Cito este caso para determinar uma grande diferença entre aqueles que sabem que praticaram um crime hediondo e uma criança que apenas desejava construir seu próprio reinado de paz para si e para quem ela escolhesse, mesmo agindo com crueldade aos olhos adultos. Outros casos como os de crianças que estupram e matam outras crianças; e crianças que, sem querer, brincando com a arma do pai ou da mãe, matam o irmão ou colega, também poderiam ser comparados para que os graus de determinações deste assunto pudessem ser mais amplos. Seria difícil, no entanto, Guts avaliar isto enquanto ferozmente enfrentava com imensas dificuldades Rosine, já que o ódio dele apenas o faz ver um monstro desprezível a ser exterminado. Com esse intuito, ele a feriu mortalmente… Mas, não se sabe bem se a menina realmente morreu, algo que Miura deixou em aberto a julgamento do leitor.


Jill, em meio a todo o desenrolar da batalha entre os dois, também em si admitiu a insegurança de não saber o seu lugar no mundo. Demonstrando um inocente amor por Rosine e uma intensa curiosidade que a atraía profundamente por Guts, ficou no meio de uma incendiante situação de medo, desespero e loucura. Foi Puck que a amparou e apoiou com suas palavras, assegurando seu equilíbrio emocional. Foram tocantes os momentos finais dela tanto com Rosine quanto com Guts, tomadas de consciência essenciais para seu amadurecimento interior. Uma criança obrigada a amadurecer de uma forma tão ultraviolenta, testemunhando fatos de extrema conjuntura em dor, sofrimento e destruição, de todas as maneiras, se torna tão resistente e insistente quanto um guerreiro que empunha uma gigantesca e pesadíssima espada. A estrada que Jill precisava encontrar se tornou mais clara diante de si após seu encontro com o Espadachim Negro que tanto lhe marcou; e seu reencontro com Rosine, que tanto lhe ensinou.


Após o embate apocalíptico contra Rosine, Guts se encontra tão fisicamente abalado que é capturado pelos Cavaleiros Das Correntes Sagradas. Não fossem seus grandes ferimentos e fadiga, teria derrotado Azan e esmagado facilmente os demais, filhos de senhores feudais abastados que entram para a Ordem apenas para escaparem de serem integrantes de tropas na guerra que foi travada entre Midland e Tudor. Mesmo com 10% de sua capacidade de luta, ele ainda cortou ao meio alguns dos Cavaleiros e foi, depois, de um modo meio ridículo, parado por Rosine. Esta o interrogou já no acampamento da Ordem de um modo típico dos interrogadores feudais, nervosa por ter ouvido certas cortantes verdades sobre si mesma e sua fé em um Deus que sequer ela sabe o que é ou faz. Uma mulher interessante de certo modo, carregando nas costas um grande dever, mas frágil em decorrência de um fundamentalismo religioso que encobre muito de seu lado racional.


E, sem seu braço mecânico e acorrentado, Guts acaba trancafiado em uma cela minúscula fora de qualquer tenda. Puck se encontra escondido dentro de uma armadura na tenda de Farnese e a noite se aproxima… Para Guts, é um momento de se preparar para novas batalhas; para nós, leitores, o de aguardar o próximo volume para sabermos como ele se defenderá dos Espíritos  Malignos estando do jeito que está.


Saudações Inomináveis a todos vós, leitores virtuais!







































0 Loucas Pedras Lançadas: