Berserk - Volume 14



Roteiro e Arte: Kentaro Miura
Tradução: Drik Sada
Letras: Diógenes Diogo
Edição: Beth Kodama
Editora: Panini Brasil Ltda
Data de lançamento: Outubro de 2016
244 pags.

Sinopse:

Na dimensão aberta pelo Behelit, Griffith, cujo corpo se encontrava em uma situação irreversível, ofereceu a vida dos membros do Bando do Falcão para os demônios, a fim de realizar o seu sonho. Praticamente todos eles acabaram devorados, e Caska foi violada por Griffith, que reencarnou como um God Hand. Guts perdeu um olho e um braço, ficando à beira da morte. Porém, o Cavaleiro da Caveira invadiu a dimensão alternativa e levou Guts e Caska consigo. Acabando com as almas dos mortos que se aglomeravam atraídas pelo Estigma do Sacrifício, Guts jurou vingança! E essas almas, agora, começam a se aproximar do estigma de Caska!

Inomináveis Saudações a todos vós, leitores virtuais!

Aqui temos a formação e o retorno do Espadachim Negro, Guts em sua fase de exterminador de Apóstolos dos God Hand em busca de vingança contra o que fora feito com o Bando do Falcão, Caska e com ele mesmo. Apesar de ser um volume de transição de fase, é necessário para compreendermos alguns pontos obscuros da trama que se iniciou no primeiro volume. Demônio Infante, Armadura e Aquele que Mata Dragões encerra a fase do Bando; a Saga da Punição se inicia com O Retorno do Espadachim Negro, Os Elfos do Vale da Neblina, Jill, Revoada e Insetos Sinistros; e Protótipo apresenta um one-shot de Kentaro Miura enviado à editora original que publicou Berserk no Japão contendo um modelo que serviu de base para a estrutura definitiva do mangá.

Os Espectros se aproximam de Caska, que saira da caverna, fazendo com que o Cavaleiro da Caveira levasse Guts em direção ao local onde ela se encontrava. No meio do caminho, foi explicado pelo Cavaleiro que a montanha era o local mais próximo que tinha de onde foi aberto o Portal Dimensional pelo Behelit, não tendo como o mesmo saber que Guts conhecia o Ferreiro Godeau e a filha deste, Erika. Contou ainda que a montanha fora anteriormente habitada por Elfos e a energia mágica da presença dos mesmos ainda permanecia no local, afastando os maus espíritos que da mesma tentassem se aproximar. Localizando Caska, eles se dão conte que a mesma não está sendo atacada, estando cercada por Espectros que apenas rodeiam-na. Para quem se lembra do estranho Demônio que apareceu para Guts em determinadas ocasiões dos Volumes 1 e 2, a explicação da existência do mesmo se encontra logo no primeiro capítulo deste décimo quarto volume. Leiam e descubram o motivo…

Após o ocorrido anteriormente, ficamos a saber como Guts adquiriu o braço mecânico, a Armadura Negra e a Matadora de Dragões, a gigantesca espada que maneja com extrema habilidade e destreza. Vemos seu primeiro encontro com um Apóstolo após o Eclipse e de como tal momento foi o início da jornada sanguinária do mesmo em busca da tão almejada vingança. E bem no início da Saga da Punição, rapidamente somos apresentados aos Cavaleiros das Correntes Sagradas, o Exército do Vaticano, os quais encontram o lago com os restos mortais dos membros do Bando. Tal visão faz eco com a seguinte profecia, que é recitada por uma mulher que parece ser a líder deles:

“Esse é o sinal de que o Quinto Mensageiro desceu dos céus. O Mensageiro é como o Falcão das Trevas. Senhor das Ovelhas Negras Pecadoras e Rei das Ovelhas Brancas Cegas. Aquele que levará o mundo à Era das Trevas.”

E, dois anos após o Eclipse, se iniciou Berserk. Há, então, neste Volume, um salto temporal e reencontramos Guts como o Espadachim Negro ao lado de Puck, salvando Jill de um bando de mercenários após enfrentar uma Árvore Amaldiçoada em uma floresta. Guiando a menina à vila, conhece a família da mesma, uma mãe submissa a um marido bêbado estúpido e violento que maltrata as duas, veterano da guerra entre Midland e Tudor. Ao verem Puck, os moradores da vila cercam Guts, pedindo que entreguem aquele; querendo explicações (e não se importando muito, na verdade, com o que fariam com o elfo), ele consegue se desvencilhar de todos e com a ajuda de Jill se esconde em um moinho. É então, horas mais tarde, que através da menina fica sabendo do porquê dela mesma, inicialmente, e os moradores da vila temerem tanto um elfo. A vila vinha sendo vítima do que eles chamavam de Elfos do Vale da Neblina, que devoravam as plantações, animais e seres humanos, tendo raptado diversas crianças da mesma. Para Guts, no entanto, se trata de outra coisa e, não, de elfos, algo confirmado posteriormente com o enfrentamento de Demônios em forma de insetos e a aparição da líder deles, uma dos Apóstolos.

O one-shot que serviu de base para Berserk encerra o Volume. Apresenta alguns elementos um pouco idênticos ao modelo narrativo e visual que Miura utilizou posteriormente. O que não mudou muito foi a personalidade fria e calculista do Guts que conhecemos como Espadachim Negro.

E, assim, a Semana Berserk No Mundo Inominável está encerrada. Mês que vem, este mangá, do qual este Inominável Ser que vos fala é um profundíssimo ardoroso Fã, voltará a ser assunto com a resenha do décimo quinto volume.

Saudações Inomináveis a todos vós, leitores virtuais!















0 Loucas Pedras Lançadas: