Berserk - Volume 3



Roteiro e Arte: Kentaro Miura
Tradução: Drik Sada
Letras: Victor Barbosa
Edição: Diego M. Rodeguero
Editora: Panini Brasil Ltda
Data de lançamento: Dezembro de 2014
244 pags.

Sinopse:

Portando uma espada maior do que ele mesmo e agora acompanhado pelo pequeno elfo Puck, Guts continua sua jornada. Em uma cidade dominada pelo medo, onde a “caça aos hereges” é o pretexto para a matança promovida por um Conde maldito, Guts está próximo de e encontrar os cinco “God Hand”, que procura há tanto tempo! Para explorar seus mistérios, a história retorna até o nascimento de Guts!

Inomináveis Saudações a todos vós, leitores virtuais!

O terceiro volume de Berserk é um dos mais tensos de toda a série e encerra com brilhantismo o arco de O Anjo da Guarda da Ambição. Ao fim deste, inicia-se o da foto Era de Ouro, importantíssima introdução aos fatos do passado de Guts que encerra com um episódio que terá consequências profundas para o restante da vida do personagem. Mas, sem entregar spoilers sobre o findar da luta entre Guts e o Conde no arco anterior, vou fazer aqui nesta resenha considerações gerais sobre as temáticas abordadas neste volume.

Como um ser humano pode vencer algo além da compreensão humana? Por um milagre? Intervenção externa de algo próximo ao grandiosíssimo terror enfrentado? A mais pura sorte a operar em determinadas condições de batalha? À primeira vista, Guts é seríssimo candidato a ser esmagado pelo Conde, mas suas monstruosas capacidades marciais, resistência e persistência estão em um nível sobrehumano. E tal nível o leva a superar um dos mais fortes Apóstolos dos God Hand, os quais, diante do apego daquele pela vida material, surgem no meio da luta após o Behelit ter sido ativado com o sangue do mesmo.

E assim se dá a aparição dos cinco God Hand, de imponente aparência sombria e majestosa advindos de uma dimensão fora das humanas lógicas do espaço e do tempo Sabe-se apenas o nome de um deles, Void, e entre o sinistro grupo está Griffith, que Guts chama pelo nome. Não há explicação para o laço que une os dois e é algo que a Puck intriga. No entanto, esse detalhe é logo esquecido e o enredo se volta para o Conde, que é levado a tomar uma decisão sobre seu destino, algo relacionado igualmente com o da filha, Terezia.

O humano dentro do Conde fala, no entanto mais alto, mesmo com todas as trágicas consequências que tal decisão para ele traz. O momento chave do arco dele está dentro da decisão que é tomada, modificando o rumo natural orquestrado pelos God Hand. Estes, vendo que seu plano inicial falhara, retornam para sua Dimensão original, deixando apenas ruínas, desespero e maldição no castelo em ruínas. E Guts também parte, pois é necessário seguir sempre para onde a estrada existencial aponta.

Apenas a Parte I de A Era de Ouro se encontra no volume, bem após as três últimas partes do arco anterior. Nele ficamos sabendo como Guts foi encontrado por uma caravana de mercenários; que ele foi criado Siss, uma seguidora de acampamentos, até certa idade; que esteve a ser treinado por Bambino, o qual ele considerava como um pai; que começou bem cedo a fazer parte das batalhas; e que enfrentou nas mãos de Donovan o pior momento de toda sua existência…

Semana que vem, o quarto volume!

Saudações Inomináveis a todos vós, leitores virtuais!


















0 Loucas Pedras Lançadas: