DENÙNCIA : A FARSA DO TALENT SEEKERS

Mórbidas Saudações a todos.

Participava de um concurso internacional de autores e artistas, simplesmente, para ter o meu trabalho virtual mais conhecido. O concurso Talent Seekerd, que atraiu a muitos, mas, na verdade, suas reais intenções equivalem a caminhos sinistros e sombrios que foram revelados pelo blogueiro que enviou e está a enviar aos inscritos naquele a mensagem que posto aqui a sdguir, denunciando o crime que cometido está sendo.




A CILADA DO SITE “TALENT SEEKER”


Net 7 Mares

“Mal sabe o Sr. Arturo Tirador, dono do “Insane Society”, que, estando do lado de fora, o Net 7 Mares, traste que ele vê como coisa inconveniente no seu site, pode virar-se em perigoso estilingue, capaz de reduzir a um monte de areia o castelo tosco, que ele, o Sr. Arturo, e seus "talentosos" ajudantes, estranha e tacitamente apoiados até por um Dr. Phd, pretendem construir sobre a boa-fé das pessoas.”



Inicio a crônica, extraindo o seguinte trecho da mensagem que recebi:



“... peço que visite este site com completo se sou merecedor do seu voto...”.



Respondo então ao remetente e a quem mais o caso se aplica:



O teu pedido a que eu vá, via Talent Seekers, ao teu site para examinar as tuas obras é razoável, mas é contraproducente em relação ao método que tive o trabalho de elaborar e pôr, sem ônus algum, à inteira disposição do Sr. Arturo Tirador, dono do Sane Society e do Talents Seekers. O método que criei está publicado no meu site, na página http://www.geocities.com/meuoceano/concurso_receita.html , e, não tendo aparecido, até o momento, ninguém municiado de argumentos para criticá-lo,

devo concluir que a minha receita é perfeitamente viável, segura e justa, na medida em que apontará os autores dos mais belos trabalhos, e não os que carregaram mais gente para votar nas suas respectivas obras. Na verdade, os que atendem a esses pedidos — ainda que edulcorados como o teu — não estão, a rigor, votando em obras, mas, sim, em nomes de autores. Este é o método que o Sr. Arturo reputa como o ideal, mas que, mesmo sem comparação alguma com o meu, revela-se totalmente falho, uma pantomima, que, ao final, corre sério e previsível risco de apontar, como vencedores do seu concurso, mediocridades, onde despontarão apenas aqueles autores que, nas letras pedintes, melhor se trajaram de mendigos.



Além disso, há um outro aspecto negativo no método do Sr. Arturo, que parece passar despercebido pelos que estão inscritos nos dois sites seus. Observe:



Quando alguém, a pedido de um autor, visita o site do Talent Seekers, para votar no nome do pedinte, o visitante é obrigado a cadastrar-se. Não importa que ele, o visitante, seja ou não autor de obras. Para votar, é preciso, antes, se cadastrar. Qual é então o resultado disso: tanto o Sane Society, quanto o Talents Seekers (principalmente este) passam a apresentar uma falsa dimensão em termos importância, tomando por base a quantidade de pessoas cadastradas. Ora! Considerando que a importância de um site é medida por essa quantidade de associados que tem no cadastro, esse artifício usado no site do Talent Seekers configura um flagrante fraude, vez que uma vasta quantidade de pessoas cadastradas foram lá apenas para votar. No caso do Sane Society, é bem provável que um expressivo número de votantes nunca mais voltarão ao site, até porque não têm lá sequer um mísero poetrix publicado. Para verificar se isso é verdade, basta entrar Sane Society; clicar em "Sócios", no menu inferior; e, na página seguinte, clicar em "Autores", no frame à esquerda. Aí, clica em qualquer letra do alfabeto e busca pelos autores que figuram na letra. Agora, percorra, um a um, os nomes que lá aparecem, e verão a considerável quantidade de "sócios" que não tem lá nenhuma linha publicada no conjunto de obras. No entanto, o site, ocultando esse aspecto das pessoas, vem à pública para alardear que já conta com mais de 6.000 associados, o que o posiciona em falso destaque entre os mais conhecidos site literário da Internet (Notivaga, Usina das Letras, Usina da Palavra, Recanto das Letras, Templo XV e tantos outros).



Por coincidência ou não, depois que disparei a denúncia anterior, não é mais possível votar em ninguém no Sane Society; mas, no tal Talent Seekers, essa artimanha permanece, ou seja, para votar num autor, o visitante, ainda que escolha a opção "Público", precisa cadastrar-se.



Ora! Essa arapuca tem que ser denunciada, e os bons autores, que querem ser valorizados pela qualidade das suas obras, e não pela popularidade que gozam entre amigos, devem entrar em ambos os sites e solicitar a imediata remoção dos seus respectivos nomes de tal cadastro, visto a condenável e claramente demonstrada intenção do site de utilizar os seus nomes como massa de manobra, para obter uma falsa posição de relevância entre os sites co-irmão.



Também os proprietários dos demais sites literários, em respeito ao trabalho que realizam em prol da valorização das letras e dos bons autores, trabalho que, maioria das vezes, apesar do alto custo de produção e manutenção, não os remunera nem com um simplório cafezinho no boteco da esquina, devem tomar a providência de alertar os seus associados quanto a essa maracutaia perpetrada pelos “talentos” que atuam na administração dos sites do Sr. Arturo.



Por tudo isso, caro colega, não irei ao Talents Seekers, mesmo porque, se o quisesse, não poderia fazê-lo nem mesmo no Sane, vez que fui expulso de ambos pelo Sr. Arturo. Apesar de bem alertado sobre o seu enganoso método, o dono do site decidiu dar prosseguimento a esse embuste, e, como resposta aos meus alertas, excluiu-me do cadastro, no que, aliás, fez-me um favor.



A conduta do Sr. Arturo, de banir-me dos seus sites, corresponde àquela providência de remover um móvel da sala, imaginando que, na remoção, estará também removendo o problema. Todavia, comete aí um engano pior que aquele representado pelo seu discutível método, vez que este, figurando também como metafórica mobília — um sugestivo divã, por exemplo — enseja a sutil perspectiva de um estupro coletivo contra a dignidade dos artistas que, desavisados, se inscrevendo no site, servem apenas para proporcionar aquela dimensão numérica pretendida pelo site-armadilha.



Por fim, banido sumariamente, mal sabe o Sr. Arturo que, estando do lado de fora, o Net 7 Mares, móvel que ele vê como traste inconveniente no seu site, pode virar-se em perigoso estilingue, capaz de reduzir a um monte de areia o castelo tosco, que ele, o Sr. Arturo, e os seus "talentosos" ajudantes, estranha e tacitamente apoiados até por um Dr. Phd, pretendem construir sobre a boa-fé das pessoas.



Se você, destinatário(a) desta, aceita ver o seu nome sendo usado como massa de manobra em proveito de um site, cuja intenção é apenas jactar-se de uma suposta importância, que, na verdade, não tem, delete esta e nem precisa perder o seu tempo em responder.



Mas se você preza a sua dignidade de artista, escritor, escultor, pintor, fotógrafo... e quer ser reconhecido pelo valor da sua obra, e não por via de mendicância de votos, repasse esta denúncia.



Net 7 Mares

ancorol@bol.com.br

http://www.geocities.com/meuoceano/mardoego.html



A PROVA CONTUNDENTE DA FARSA PRETENDIDA PELO "TALENT SEEKERS"

Aí está, na mensagem enviada pelo diretor do site "Talent Seekers" (a que está no final), a cristalina constatação da fraude pretendida pelo mesmo. Percorra as mensagens do rabicho até a última e veja os textos em destaque.

Milhares de associados receberam a mesmíssima mensagem do diretor Arturo, e desafio a qualquer um destes a me desdizer ou acusar-me de eu ter feito qualquer alteração nos dizeres. Alterei apenas o tamanho e a cor dos texto, para apresentá-los bem destacados.

Vejam que se trata de um concurso de mendigos, onde os que mais pedirem votos, mais chances têm de vencer.

O interessante é que o diretor, segundo suas palavras no texto, reconhece que o seu método é falho; mas, não obstante, quer levar o seu projeto capenga adiante, onde, ao final, proclamará os tais talentos. Não estranhem, portanto, se o vencedor for um poeta que tem, entre as suas obras, um "Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar; vamos dar a meia-volta, volta e meia vamos dar"; ou um pintor, cuja técnica é a mesma daquele chimpanzé em cujas mãos puseram um pincel, uma aquarela e uma tela em branco .

Mas o que mais me assusta não é o projeto furreca do Sr. Arturo. O que me deixa abismado é ver milhares de escritores, poetas, pintores... Muitos desses de reconhecido talento, participando de um certame tão ordinário como este do Talent Seekers. Não conseguem perceber que, em fazendo parte desse balaio, estão depreciando as suas respectivas obras, e isso a troco de absolutamente nada. Participando dessa monumental trapalhada, estão servindo apenas de massa de manobra aos propósitos inconfessáveis do Sr. Arturo. E que propósitos seriam estes? Simples de responder: vez que, para votar em pessoas, os convidados a votar são obrigados a se cadastrarem no site, e que estes convidados sempre convidam outros a votarem no mendigo que está participando do concurso, é fácil imaginar a progressão geométrica que decorre dessa multiplicidade de votos. E onde é que o site do Sr. Arturo é beneficiado? Ora! Se, para votar, o visitante é obrigado a se cadastrar antes, teremos, em breve, o Talent Seekers na invejável posição de site detentor do maior número de associados em toda a Internet, e isso a nível mundial. Alguém aí sabe quanto custa um banner no Yahoo ou no Google? Perceberam onde está o inconfessável objetivo?

Pois então, a primeira providência a ser tomada é entrar nesse saco de gatos e procurar o link de desligamento. Aviso logo que não é tarefa fácil. Eu mesmo procurei e não encontrei, e, não fosse a providência do Sr. Arturo de me banir de lá, eu estaria agora implorando ao distinto cidadão a remoção imediata do meu nome e, ainda assim, sem muita esperança de ser atendido.

A segunda providência é disseminar esta mensagem por todas a Internet, solicitando repasse. Os que puderem traduzir para outros idiomas, queiram fazê-lo e enviar-me cópia, para que eu possa enviar a escritores e artistas estrangeiros, cujos endereços tenho em cadastro.

As comunidades literária e artística estão cansadas de servirem de alvo a espertos. É chegada a hora de reagir.

Net 7 Mares
ancorol@bol.com.br

http://www.geocities.com/meuoceano/mardoego.html


DIVULGUEM
ESTE POST
EM VOSSOS
BLOGS
E DENUNCIEM
ESTE CRIME
CONTRA AS OBRAS
TODAS
DA SUBCULTURA VIRTUAL!!!


2 Loucas Pedras Lançadas:

É lamentável como tem gente desonesta capaz de fazer sujeiras até nas artes, eu li o texto e estou decepcionado com tais posturas baixas. Ainda bem que nunca cheguei a conhecer os sites do Sr. Arturo.

Abraço a todos.

Esse tal de Arturo é apenas um verme que merece ser denunciado, claramente quer se fazer às custas dos trabalhos dos demais, incrementando uma premiação sem muito nexo para com a realsdade. Esse porco vai se dar muito mal, muito mesmo!