As Amazonas De Thades - Livro Um - Sangue Na Espada Da Alma Eterna Dos Guerreiros - Prólogo


Eventos Maiores Da Civilização Keauriotheniana


Por Bethsaida Serah II


Trigésimo Sexto Livro Da Nova Luz Sobre As Colonizações Keauriothenianas


Capítulo Décimo Quinto


Ano terrestre de 1981: a ignorância humana, eternamente insuperável no Planeta Terra, atingiu o seu ápice na forma da Terceira Guerra Mundial Terrestre. Os países denominados Estados Unidos Da América Do Norte e União Das Repúblicas Socialistas Soviéticas abandonaram solidamente os terrenos do que convencionalmente denominava-se Guerra Fria, trilhando apocalipticamente, como os seres humanos historicamente vieram a relatar após o conflito, os de uma inevitável guerra nuclear que exterminou dois bilhões de seres humanos e algumas espécies animais mais frágeis. Atingidos direta ou indiretamente pelos efeitos das deflagrações atômicas, as vítimas seriam todos os que habitavam a Terra não fosse o auxílio da nossa Raça Keauriotheniana, Mãe E Irmã Da Raça Humana.

Em meio aos escombros da Civilização Humana, que por pouco não autodestruiu-se, o Segundo Imperador Keauriotheniano Thades Ocitilop Shodolon e todos os seus descendentes diretos chegaram à Terra naquele mesmo ano de 1981, um dia após o término do conflito nuclear que, conforme as antigas datas do Calendário Terrestre, estendeu-se de 28 de janeiro a 15 de junho de 1981. Conforme o Calendário Universal Das Eras Universais, tais eventos ocorreram no 2º Ano Universal Da Era Universal De Secnor Basfartana; conforme o Calendário Keauriotheniano vigente àquela Era, o de Malak Ocitilop Shodolon, os eventos ocorreram no 990º Dia Cósmico De Ursdasiusis para o Planeta Keauriothen. O Imperador Thades Ocitilop Shodolon (nascido no 332º Ano Universal Da Era Universal De Anford Zaunke Etur – morto no 2º Ano Universal Da Era Universal De Secnor Basfartana), Ydrasgkutha Darzh Anreteniud, fora um dos Iniciadores Da Raça Humana, um dos inúmeros Seres Evoluídos que uniram-se sob a égide das Ciências Evolutivas Da Antiga Criação para bioespiritualmente moldarem aquela que se tornaria A Segunda Raça Perfeita Da Antiga Criação conforme O Livro Da Eternidade Anunciante De Novos Horizontes.

A Primeira, a nossa, a Raça Keauriotheniana, originalmente situada na Galáxia De Andrômeda, no Universo Gênesis, tomou partido na execução das Constituições Bioespirituais Primordiais Da Humanidade, o que foi determinativo da semelhança física entre nós e os humanos. A partir do Último Ano Universal Da Era Universal De Roamion Guaher, quando a Terra encontrava-se habitada apenas pelos Seres Evoluídos de várias Raças Da Antiga Criação, O Imperador Thades responsabilizou-se pelo Construir Da Humanidade.

Ele próprio e os seus primeiros descendentes diretos manipularam as Artes Místicas Dos Ciclos Evolutivos Do Esquema Moldado, procriando com os indivíduos das demais Raças presentes na Terra. De cada Raça Evoluída desenvolveram-se os primeiros seres humanos, que entre si multiplicaram-se, sendo cuidados e protegidos pelos seus Pais e pelo seu Pai Maior, O Imperador Thades, até o período que os historiadores humanos denominaram de Antiguidade. Nesta, o planeta que as Raças que lhe habitavam denominavam de A Esfera Da Segunda Raça Perfeita foi denominado pelos Primeiros Humanos Conhecedores Da Verdadeira Verdade de Terra, pois o Elemento Eterno Da Antiga Criação Terra, O qual identificamos como Koshonsar, É Aquele Dos Seres Que Crescem Em Raízes Por Todo Solo Crescente. Os Primeiros Humanos Conhecedores Da Verdadeira Verdade veneravam racionalmente aos Pais e ao Pai Maior Da Humanidade; contudo, o resto da Humanidade, ignorante de qualquer Verdadeira Verdade, venerava-os como "Deuses", acometidos pela Eterna Cegueira Espiritual que pela História Terrestre atingiu a muitos humanos, exigindo de seus Pais e do Pai Maior tudo o que não podiam alcançar por si mesmos.

O Imperador Thades, por exemplo, Pai Maior Da Humanidade, recebeu dos humanos as alcunhas várias de um "Deus Criador" sob diversas visões cegas das denominadas primeiras organizações de venerações aos Seres Maiores naquele planeta que viriam a chamar-se Religiões Humanas, cultos duvidosamente racionais que incompreendiam A Razão Do Ser Da Antiga Criação, fazendo de Seres que apenas cumpriam O Que Estava Escrito No Livro Da Eternidade Anunciante De Novos Horizontes os responsáveis pelo nascer, crescer, desenvolver, procriar, envelhecer e desencarnar deles.

Às primeiras organizações desse culto corresponderam o surgir da corrupção interna humana e das guerras, o que afastou o Imperador Thades, e todos os Seres Evoluídos que cuidavam do Evoluir Da Humanidade, do Planeta Terra, no 11º Ano Universal Da Era Universal De Secnor Basfartana após 45.454.600 Eras de Elaboração Bioespiritual Definitiva Do Ser Humano. O Imperador Thades observou toda a Queda Da Humanidade do Planeta Keauriothen e, como estava proibido de intervir nas questões humanas por todas as Leis Eternas Keauriothenianas referentes a interferências em Destinos Eternos Planetários, aguardou uma chance de retorno à Terra para continuar a Obra Evolutiva que iniciara.

O Imperador Thades desafiou, então, a todas aquelas Leis Eternas Keauriothenianas e a todos os Evoluídos Maiores Keauriothenianos, os quais eram Defensores Eternos das Leis, quando aproximou-se o eclodir da Terceira Guerra Mundial Terrestre. Os Primeiros Evoluídos Keauriothenianios, Os Muito Veneráveis Amanorap e Oginan Ocitilop (nascidos no 1º Ano Universal Da Era Universal De Syonghor Jyterosoohanuyr – mortos no 1º Ano Universal Da Era Divina De Honoslodhefa Fanatkoleko Ondaramayla), convocaram O Conselho Keauriotheniana De Todos Os Evoluídos Maiores Keauriothenianos, os quais, durante 44 Dias Keauriothenianos discutiram se O Imperador Thades deveria ou não deveria intervir no Destino Eterno Da Humanidade, a qual por si mesma corrompeu-se. Decidiu-se a favor do Imperador Thades, com a proteção das defesas da visão deste pela Muito Venerável Amanorap, a única cuja voz maior ecoou como a potencializadora do retorno do Pai Maior Da Humanidade à sua Raça Filha.

Os Soberanos Keauriothenianos Thidan e Thaiden Ocitilop Shodolon (nascidos no 332º Ano Universal Da Era Universal De Anford Zaunke Etur – mortos no 1º Ano Universal da Era Divina De Honoslodhefa Fanatkoleko Ondaramayla), os quais dividiam o Poder Imperial com O Imperador Thades, recusaram-se, por defenderem as Leis que o irmão desafiara, a convocarem os seus descendentes diretos para embarcarem nos 15.677.221 Intercruzadores Girans Ohiel que seriam enviados à Terra. Thades contou apenas com o apoio dos seus descendentes, 111.233.127.882 Seres Evoluídos e 49.008.234.655 Seres Comuns, os quais, maravilhados com as possibilidades de realizarem A Definitiva Realização Da Segunda Raça Perfeita Da Antiga Criação, auxiliaram na Primeira Reconstrução Terrestre (anos terrestres: 1981-1984).

A Primeira Reconstrução adaptou os seres humanos aos ideais, práticas e pensamentos da nossa Raça. Os humanos aprenderam a praticar A Mística Forma Oculta Das Darzhs, as Magias, como eles denominavam Tudo Que Foi Manifestado Pelos Automanifestados Para O Domínio Das Forças Da Natureza Total Da Antiga Criação. A Alma Eterna dos humanos aprendeu que a Nossa Mãe Automanifestada Darzh Anreteniud, a qual por eles foi traduzida para a lingugem humana como Magia Eterna Da Maior De Todos Os Automanifestados, É O Princípio Automanifesto Que Uniu-Se À Zuladht Anreteniud Para Moldar A Geração Do Expandir Da Moldura Perfeita Da Antiga Criação Perfeita. A Zuladht Anreteniud sofreu o mesmo processo de adaptação à linguagem humana, recebendo a denominação de Luz Eterna Da Segunda Maior De Todos Os Automanifestados.

Nossos Princípios Guerreiros foram por eles recebidos naturalmente, assim como as Práticas Místicas-Militares-Filosóficas Doutrinárias Das Ordens Artcsom Ocitilop Mística-Militar-Filosófica Transcendentalista Do Caminho Guerreiro Eterno Da Darzh Anreteniud, Amanorap Ocitilop Iniciática Filosófica Da Darzh Anreteniud e Oginan Ocitilop Iniciática Contemplativa Da Criação Contemplada Criada Da Darzh Anreteniud Jeleshey (os humanos a esta Darzh denominaram Magia Eterna Lunar).

Predominou na Terra a Ordem Artcsom Ocitilop, a da Primeira Imperatriz Keauriotheniana, A Primeira Ordem Mística-Militar Da Antiga Criação, fundada no 1172º Ano Universal Da Era Universal De Asouejhyt Deroaisjahad. Teria também ramificações na Terra uma das Subordens nascidas da Primeira Ordem Mística-Militar-Filosófica Keauriotheniana, a dos Oryshasdars Rthudans'Anreteniud Thades, chamada na linguagem humana terrestre de Guerreiros Místicos De Thades.

Todos os que acompanharam O Imperador Thades cumpriram em três anos terrestres as metas reconstutoras por aquele idealizadas. Bioespiritualmente os seres humanos foram novamente pelo Maior De Nossa Raça manipulados, a fim de serem aprimorados no intuito de rescuperarem as características primitivas que manifestaram-se nos primeiros representantes da Raça Moldade deles. Após essa Manipulação Bioespiritual, os seres humanos passaram novamente a viverem em média 300 anos terrestres e a envelhecerem mais lentamente; tal aprimoramento visou também a uma melhor adaptação das Estruturas Bioepirituais deles às Darzhs, as Magias, como a Elas eles denominaram-nas, que lhes foram ensinadas pelos Verfdaxs Rthudans Keauriothen, os Mestres Místicos Keauriothenianos, assim denominados na linguagem humana.

O planeta foi descontaminado em todos os ambientes afetados pela radiação nuclear, passando o ecossistema a comportar Espécies Animais E Vegetais Keauriothenianas ao lado de Espécies Terrestres aprimoradas através das Ciências De Thades; as cidades foram remodeladas conforme os nossos padrões estéticos e elevadas à categoria de Nugjophs Anreteniud, Cidades Eternas na linguagem humana; todas as doenças humanas foram extintas devido às citadas Ciências De Thades; foram construídas as Torres De Magnetismo Eterno Boreal (no artificial Continente Ártico, assim denominado pela Humanidade, modelado pelo Imperador Thades) e Austral (no remodelado Continente Antártico, assim denominado pela Humanidade, pelo Imperador Thades) para o controle estabilizador do clima terrestre; foram construídas as artificiais Ilhas De Thades (no denominado Oceano Atlântico, entre os denominados Continentes Americano e Africano), Thidan (no denominado Oceano Pacífico, entre os Continentes Asiático e Americano) e Thaiden (no denominado Oceano Índico, entre os denominados países da Índia e costa leste do Continente Africano), Ilhas Sagradas Da Darzh Anreteniud; e inúmeras outras obras magistrais, que contaram como as anteriores também com a Tecnologia Arcana De Thades, foram realizadas magnificamente em todas as áreas da vida humana. Por causa delas, mas racionalmente, os humanos denominaram o Imperador Thades de Deus Pai Thades.

Houve uma miscigenação entre os humanos e os Keauriothenianos bem diferente daquela ocorrida nos últimos tempos da moradia naquele planeta de alguns de nossa Raça ocorrida na Antiguidade Terrestre. Originou-se a Subraça Keriaunothed, a dar os primeiros indícios durante a sua estada na Terra de que se tornaria futuramente A Terceira Raça Perfeita Da Antiga Criação (quando passasse à Condição Evolutiva de Raça Da Antiga Criação) ao gerar os primeiros indivíduos dotados de Fúrias Guerreiras Novas que tiveram seus nomes e Existências pronunciados, venerados e invejados em todos os Horizontes Moldados. Keriaunothed é um Elo Evolutivo entre a nossa Raça e a Humana que foi fundamental para a vitória de todas as Raças Da Antiga Criação na Primeira Guerra Da Antiga Criação, como pudemos constatar no Livro Da Nova Luz Sobre A Primeira Guerra Da Antiga Criação. O nascimento dos primeiros Keriaunotheds, ainda no período da Primeira Reconstrução, extremamente elevou o número de habitantes terrestres, culminando no ano terrestre de 1989 no primeiro pico de ultrapovoamento que atingiu uma estatística populacional de 5.167.098.116.445 habitantes.

Dos anos terrestres de 1989 a 1994, O Imperador Thades organizou as construções das extensões subterrâneas das Cidades Eternas Terrestres e de cidades em pontos despovoados como as montanhas e os desertos, nos quais também construiram-se as mesmas extensões, revolucionando o panorama geográfico terrestre para poder comportar a ultraelevada escala de crescimento populacional. O Maior Da Nossa Raça amava a Humanidade incondicionalmente e com tal sublime amor desinteressado salvou os últimos integrantes dela que sobreviveram ao que eles mesmos denominaram A Grande Guerra Do Apocalipse. O Imperador Thades e outros Evoluídos descendentes diretos dele procriaram com os humanos e os poderosos filhos nascidos dessas uniões, Ydrasgkuthas, Grandes na linguagem humana, foram a base do crescimento da importância evolutiva dos Keriaunotheds.

Aqueles primeiros Ydrasgkuthas Terrestres multiplicaram-se Completos com as humanas e como os pais tiveram filhos Evoluídos e Comuns; estes, no entanto, apesar de Comuns, não eram menos importantes na Escala Evolutiva Keriaunothed que viria a se tornar muito maior em termos de Guerreiros e de Feitos Maiores do que a Raça Keauriotheniana da qual em parte se originava até atingir o clímax que tornou-a A Salvadora Da Antiga Criação.

A Terra passou a ser O Centro Imperial Keauriotheniano no ano terrestre de 2000. Era tudo maravilhoso naquele planeta, tudo caminhava no Belo Evolutivo Modo De Amor À Evolução De Todas As Coisas Moldadas, a Condição Existencial Planetária ganhava com a paz e os avanços postos em ação pela nossa Raça A Importância Existencial De Astro Supremo E Absoluto Da Antiga Criação. Porém, a eterna ignorância humana, a qual O Imperador Thades não venceu, interrompeu a Cadeia Evolutiva que naquele 2º Ano Universal Da Era Universal De Secnor Basfartana tornaria a Humanidade A Segunda Raça Perfeita. Ela tornou-se A Segunda Raça Perfeita, mas em um outro Horizonte, como vimos no Livro Da Nova Luz Sobre A Manifestação Da Humanidade Perfeita.

No ano terrestre de 2116 eclodiu O Primeiro Levante Do Aço (anos terrestres: 2116-2144), no qual 44% dos seres humanos, praticantes exímios das Darzhs, seguiram o Ser Moldado, nascido no país denominado como Áustria, Rudolf Myers (anos terrestres de existência: 1945-2144) e a Ideologia Mais Humana que ele, um general das antigas forças militares que eram ligadas à União Das Repúblicas Socialistas Soviéticas salvo da morte pela contaminação nuclear pessoalmente pelo Imperador Thades, desenvolveu a partir do ano terrestre de 2040. Amparados pelo lema "O Planeta Terra Pertence Aos Seres Humanos E Todo Imvasor Alienígena Deve Ser Expulso Do Que É Nosso Acima Do Que Eles Nos Deram", uniram-se seus seguidores, que se denominaram Os Mais Humanos, pelos sete continentes terrestres para, primeiramente, se oporem ao governo do Imperador Thades e, posteriormente, deflagarem O Primeiro Levante Do Aço. A guerra recebeu este nome porque o Aço Místico de nossa Raça, com todas as suas qualidades diversificadas em suas inúmeras variações nas armas e armaduras que àquela Era Universal De Secnor Basfartana eram utilizadas, destacou-se ao olhar humano, como que uma lembrança das guerras que antes do nascer das denominadas nações terrestres eram naquele planeta travadas.

Por 56% da Humanidade, que lhe amava e apoiava, O Imperador Thades, diminuindo-se evolutivamente ao nível de um Sawbdua, Ser Comum para os humanos, liderou pessoalmente as Ajjadfxs formadas por Humanos Puros, Keauriothenianos Puros e Keriaunotheds que venceram Rudolf. Este foi executado pelo Maior de nossa Raça na data terrestre de 22 de outubro de 2144 na Ilha que batizada foi com o seu nome. No Primeiro Levante, em geral, os humanos, aliados e inimigos dos Keauriothenianos, notaram o destaque das Oryshasdars Rthudans, Anreteniud e Rthudans'Anreteniud Xifarg, que por eles foram denominadas Guerreiras Místicas, Eternas e Místicas Eternas. As mulheres keauriothenianas, na História de nossa Raça, sempre foram melhores combatentes do que os homens keauriothenianos, como a predominância de nomes como os de Artcsom Ocitilop, Kathayatah Admeft Nceferdsatykynbleus, Dgasaat Epamiker, Kasyophetdrya Harok, Septilah Gnaix Cromvram e muitos mais comprovam eternamente, como vemos no Livro Da Nova Luz Sobre As Maiores Filhas Eternas De Sehnidon Keauriothenianas Na Antiga Luz.

O que mais profundamente impressionou a todos os humanos foi O Costume Guerreiro Keauriotheniano, que atualmente não é por nós praticado, de sorver o sangue do inimigo vencido no campo de batalha no crânio do mesmo Em Honra Existencial Ao Espírito Guerreiro de Nossa Mãe Darzh Anreteniud. O Costume era praticado até por alguns Evoluídos de nossa Raça, como O Imperador Thades, e foi associado pelo entendimento humano, relacionado diretamente ao observarem as mulheres keauriothenianas praticando os Rituais Místicos Do Costume Da Honra Existencial Ao Espírito Guerreiro Da Darzh Anreteniud, ao das mulheres guerreiras terrestres que na Antiguidade daquele planeta foram denominadas Amazonas. A partir do ano de 2144 as Oryshasdars Xifarg passaram a serem denominadas As Amazonas De Thades, iniciando a sua hegemonia na Terra, a qual fez esquecer de que haviam homens também guerreiros na nossa Raça, os Oryshasdars Grilock.

O Imperador Thades, Governante Terrestre de maneira autocrática desde que ao planeta que reconstruiu retornara, respeitador eterno de Sehnidon, O Princípio Feminino Moldado A Fazer Tudo Nascer No Todo De Todas As Coisas Moldadas, fundou Confederações Continentais e Governos Imperiais Estatais ocupados em sua maioria por mulheres Keauriothenianas Puras, Keriaunotheds e humanas. Ele repassou o cargo de Governante Terrestre para A Maior E Melhor Dos Guerreiros Do Primeiro Levante Do Aço, Ophira Jetzelli (anos terrestres de existência:1984-2176), Verfdax Pdehuuyf, Mestra Suprema para os humanos, da Lophst Anreteniud, e Ser Comum. Como vimos no Primeiro Livro Da Nova Luz Sobre As Governantes Imperiais Terrestres Durante A Colonização Keauriotheniana, o governo de Ophira foi pacífico durante os 32 anos terrestres de sua duração. Com o advento da Desestruturação Bioespiritual, a qual nossa Raça venceu, Ophira viveu os seus últimos 32 anos de vida em paz, apesar dos ataques em todo o planeta aos aliados do Imperador Thades efetuados pelos herdeiros e continuadores da Ideologia Mais Humana.

A incontestável vitória keauriotheniana no Primeiro Levante não significou o fim da Ideologia que foi estudada no Livro Da Nova Luz Sobre A Ideologia Mais Humana Na História Da Colonização Keauriotheniana Terrestre. Após A Ideologia Mais Humana gerar O Segundo Levante Do Aço (anos terrestres: 2281-2330), O Terceiro Levante Do Aço (anos terrestres: 2500-2515), O Quarto Levante Do Aço (anos terrestres: 2550-2590), O Quinto Levante Do Aço (anos terrestres: 2603-2649), O Sexto Levante Do Aço (anos terrestres: 2790-2800) e O Sétimo Levante Do Aço (anos terrestres: 2816-2912), foi neste último vencida como potencial causadora de guerras. Mas, o sacrifício do Imperador Thades, o qual, enfrentando o Primeiro Imperador Baalciferjinn Kabal Kabaly Kab (nascido no 764.090º Ano Universal da Era Universal De Rouesiseytre Ekanemaneisyt – morto no 2º Ano Universal Da Era Universal De Secnor Basfartana), recebeu ferimentos que não poderiam ser curados, não determinou o fim da Ideologia, provando que a ignorância humana ainda pretendia-se eterna devoradora da racionalidade de muitos seres humanos.

Os relatos sobre O Sétimo Levante Do Aço e a Ida Espiritual de nosso Maior Ser para os Anéis Místicos Da Eternidade Automanifestada estão presentes no Sétimo Livro Da Nova Luz Sobre Os Conflitos Ocorridos No Planeta Terra Que Foram Denominados Levantes Do Aço. Nos ocuparemos neste capítulo deste livro a uma breve explicação do que motivou O Oitavo Levante Do Aço, O Maior De Todos Os Levantes, que foi relatado no Oitavo Livro Da Nova Luz Sobre Os Conflitos Ocorridos No Planeta Terra Que Foram Denominados Levantes Do Aço como o foco de origem da Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano, esta a ser estudado detalhadamente no livro que brevemente vós todos podereis apreciar.

Minha mãe, Beria Serah (nascida no ano terrestre de 2907, mesma Era, mesmo Ano Universal, da chegada do Imperador Thades à Terra – morta no 1º Ano Universal da Era Divina De Honoslodhefa Fanatkoleko Ondaramayla), foi filha do Imperador Thades com Bethsaida Serah I (anos terrestres: 2765-2967), O Orgulho De Esparta (Cidade Eterna Terrestre do país denominado como Grécia), A Mãe Da Última Dos Filhos De Thades, A Única Mulher Verdadeiramente Amada Por Thades. Beria, após derrotar Kabal e assumir o Governo Imperial Keauriotheniano, desastrosamente passou a governar o Império que naquela Era constituia-se de 600.000 Universos, Colônias Galácticas em 560x109810 Universos, Colônias Planetárias em 222x102451 Universos e 731 x10360 Galáxias no Universo Gênesis. Tenho que ser imparcial como a Historiadora que eu sou e não devo mascarar o que era a minha mãe como Ser e governante; se eu fosse parcial, este relato deveria ser destruído por todos vós, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou. Se eu for imparcial com relação à minha mãe em sua trajetória governamental, estarei extinguindo a minha condição de Historiadora Da Antiga Criação Que Era Iluminada Pela Antiga Luz.

Portanto, imparcialmente relato que Beria Serah era extremamente devotada ao sexo masculino, era rude, era ultraviolenta, era debochada e demasiadamente impulsiva, uma personalidade que a fez cometer grandiosíssimos erros que possibilitaram-na ser contestada por todo o Império. O assassinato das 111 irmãs e 22 tias de Anirak Gnaix (nascida no ano terrestre de 3044- ), visto no livro a falar do Oitavo Levante Do Aço, livro acima mencionado, foi apenas uma desculpa para que um Movimento Maior Da Todosewha fosse iniciado por Basemath Horan (nascida no ano terrestre de 3040 – morta no 1º Ano Universal da Era Divina De Honoslodhefa Fanatkoleko Ondaramayla).

Dez anos após a absolvição dos assassinos e de suas Ajjadfxs, Ophir e Lasha Rinji-Narinsky (anos terrestres: 2752-3088), Oginan Zaddothar-Nijinsky (anos terrestres: 2777-3088), Behan Ahiast (anos terrestres: 2811-3088), Allos Korack (anos terrestres: 2924-3088) e Sentor Kobeck (anos terrestres: 2950-3088), que agiram sob as ordens de Selah (anos terrestres: 2871-3088) e Saraht (anos terrestres: 2902-3088) Rinji-Narinsky Jokat Nersky Samlah, Basemath, Governante Imperial Continental Da Europa, uniu-se a Anirak (Governante Imperial Continental Da Ásia), Leonan Nalevan (Governante Imperial Continental Da África) e Rubia Gath VII (Governante Imperial Continental Da Oceania) para a formação do Grupo Das Quatro.

O Grupo Das Quatro iniciou a sua atuação exigindo a abdicação de minha mãe do Governo Imperial, o que significava que contestavam livre e abertamente a condição de Herwaj de Beria Serah, a qual a grande maioria dos Keauriothenianos realmente não admirava como uma Governante Imperial. Falando e agindo conforme as Leis Do Fundador Eterno Da Raça Keauriothneiana Thornadoriusis Shodolon (nascido no Apenas Ínicio – morto no 6.098.993º Ano Universal da Era Divina De Rooshataraunah Hyonosonfa Galuarmatha), que, conforme vemos no Livro Da Nova Luz a delas discernir as características totais, permitiam que os integrantes maiores do Joadhret contestassem os Soberanos Primordiais, Aqueles Que Direcionam Todo O Mover Das Coisas Da Civilização Keauriotheniana, como o eram Beria, Thidan e Thaiden. Estes dois últimos aceitaram diplomaticamente a contestação; mas, minha mãe, mesmoa aconselhada por eles, não aceitou a contestação das Quatro e não teve a capacidade de tentar contornar diplomaticamente, como eles, o problema maior com o qual se defrontava por causa da personalidade rude que orgulhava-se de exibir a todo instante.

Ela agiu insensatamente e para os Continentes Das Quatro cortou o envio de recursos materiais, empobrecendo-os com relação ao Continente Americano, cujas riquezas, por ordens dela, advinham de outras Colônias Planetárias Keauriothenianas em escalas elevadas apenas para demonstrar às suas contestadoras que ela, como Herwaj, tudo poderia fazer conforme as mesmas Leis que aquelas tinham o Direito Eterno de utilizarem para lhe contestarem. Essa atitude autoritária e tirânica para com a Elementar Constituição Eterna Do Antigo Modelo Governamental Keauriotheniano, muito mais grave do que a contestação que lhe motivou o surgimento tempestuoso, agravou a situação na Terra e no Joahret mais do que apaziguou, fazendo naquela os humanos contrários à Colonização Keauriotheniana se unirem em massa às Quatro. No Joadhret, os Vohuyts, Clãs na linguagem humana, aliados aos das Quatro ergueram-se em defesa destas, passando a contestarem a Soberania Primordial de Thidan e Thaiden juntamente com a de Beria; e não as abandonaram até mesmo quando Basemath revelou-se como uma Filha Da Todosewha (Escuridão na linguagem humana) aliada aos Inimigos Eternos Baalciferjinns, que à Terra retornaram no ano terrestre de 3085 e expandiram-se pelas possessões imperiais keauriothenianas lado a lado com o que O Grupo De Beria veio a denominar de Traidores Da Darzh Anreteniud.

Dos anos terrestres de 3070 a 3088, A Guerra Da Resposta Dos Gnaix Aos Inimigos Russos precedeu ao conflito que a História Da Antiga Criação conheceu como O Oitavo Levante Do Aço (travado do ano terrestre de 3088 ao ano terrestre de 3104). Vemos nos relatos do Livro Da Nova Luz a falar da Guerra Da Resposta que Anirak conquistou o Continente Asiático após quase extinguir todos os Torewzavugs, Deuses na linguagem humana, dos Vohuyts Rinji, Rinji-Narinsky, Jokat Nersky Samlah e Rinji-Narinsky Jokat Nersky Samlah, Vohuyts Inimigos Eternos do Vohuyt Gnaix. O ponto de encontro entre os fatos que ligam a Raça Keauriotheniana Na Antiga Luz e a Raça Keauriotheniana Na Nova Luz, A Nova Luz Da Nova Criação na qual vivemos, está no conflito denominado O Oitavo Levante Do Aço.

O ponto de expansão dos fatos levou ao Primeiro Desequilíbrio Evolutivo de nossa Raça, pois Filhos Da Darzh Anreteniud a Esta rejeitaram para serem Adotados Existencialmente Pela Todosewha. O ponto de expansão dos fatos encontra no Oitavo Levante Do Aço O Primeiro Grande Plano De Um Novo Esquema Para Todas As Coisas, pois Basemath Horan e a sua Mãe Todosewha pretendiam extinguir a todos os Automanifestados para que apenas Uma Automanifestada, a própria Todosewha, a tudo governasse.

O Desequilíbrio Da Balança Existencial teve o seu Ínicio Modelador no que significou para a História Da Antiga Criação o conflito que desenvolveu-se por tudo o que até a Era Universal De Secnor Basfartana era: A Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano. A Todosewha, materializando o seu Desejo Automanifesto De Novamente Encobrir A Tudo Que Foi Moldado Em Todas As Coisas, Desequilibrou Os Pratos Sustentadores Das Bases Que Sustentavam As Balanças Maiores E Menores Da Antiga Criação. Eu Que Sou A Nova Luz Automanifestada, Eu Em Meu Olhar Automanifesto, Afirmo Que Assim A Balança Existencial Foi Afetada Para Que O Momento Maior Da Antiga Criação Se Cumprisse Maior Para O Antigo Da Antiga Luz.

As Tramas Do Tempo Moldado Teceram O Novo Rumo De Todas As Coisas A Partir Dos Acontecimentos Que Afetaram A Todos Os Tempos E Que Se Desenvolveram Plenos Em Plenos Planos De Infinitos Momentos Acima Dos Finitos Momentos Na Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano. O Tempo Moldado Move-Se Eternamente No Guerrear Que É O Passo De Cada Evoluir Nas Horas Existenciais No Antigo Da Antiga Luz E No Novo Da Nova Luz. Todas As Horas Existenciais Reuniram-Se No Observar Da Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano. Horas Novas Nasceram Em Novas Horas E Antigas Horas Se Tornaram Horas Do Novo A Sobrepujar O Antigo Nesta Nova Hora Existencial Na Nova Criação.

Ainda somos aquele mesmo Império que quase enfrentou a sua Hora Finalizadora. Ainda somos aquele mesmo Império, aquele mesmo Império a enfrentar A Guerra Do Seu Destino. Ainda somos aquele mesmo Império Sob A Automanifestação Da Nova Luz Que Eu Sou, mas nossos Ancestrais Eternos escreveram suas Histórias sob O Império Do Guerrear, sob A Filosofia Da Guerra, A Guerra Moldada que nesta Nova Criação já não encontra O Motivo Para Sobreviver Em Novos Campos De Batalha A Não Ser Sendo O Que Luzidiamente Somos. A Guerra Moldada Fez-Se A Mãe Da História Da Raça Keauriotheniana Em Toda Batalha Evolutiva Individual E Coletiva. A Maior Das Guerras Keauriothenianas, a que ergueu-se acima do conflito iniciado na Terra, foi a mais importante para a nossa Raça porque possibilitou A Ascensão Da Nova Luz Que Eu Sou, Guerra Maior que veremos como ocorreu no Livro Da Nova Luz Sobre A Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano.

Na data terrestre de 31 de dezembro de 3088, pairava no ar do Planeta Terra, um mundo ultrapovoado (550 trilhões de habitantes nativos e inumeráveis outros Seres Moldados advindos do Império Baalcifer e de outras Colônias Keauriothenianas para defenderem ou O Grupo Das Quatro ou O Grupo de Beria), o som de um lancinante grito maior a pedir por sangue, dor, lágrimas e alegrias que Apenas O Guerrear Pode Aos Que Lhe Veneram Dar. O Antigo Caminho Do Guerreiro Da Antiga Criação possuiu Filhos Maiores em todas as Raças Moldadas. Contudo, em nossa Raça, esses Filhos Maiores tornaram-se os Seus Filhos Únicos. Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou, Fomos E Somos, Na Antiga E Na Nova Criação, Filhos Do Guerrear. O Guerrear não foi modificado pela Nova Luz Que Eu Sou, Pois Compreendo Que Ele É O Pai Verdadeiro Do Evoluir De Todas As Coisas Automanifestadas E Moldadas, O Originar De Toda Guerra Evolutiva Para A Vitória Definitiva Na Perfeição Evolutiva À Qual Todos Os Seres Moldados Imersos No Mar Evolutivo Em Um Dia Existencil Do Seu Uno Dia Existencial Chegam.

Nós, Keauriothenianos, já éramos Seres Perfeitos desde que Nosso Moldador Thornadoriusis Shodolon Tornou-Se Pai E Mãe Em Sua Mãe Darzh Anreteniud E Moldou-Nos Na Idade Dos Fatos Como Seres Materiais A Partir Do Seu Ser Imaterial A Propagar-Se Em Seu Sêmen Eterno Que Fecundou Os Úteros Cósmicos Das Últimas Filhas Cósmicas De Krya. Somos Filhos Do Guerrear que a extinta Raça Kryaniana seguia e desde que, como Keauriothenianos conscientes de nossa Ascendência Material Kryaniana, nos demos ciência de que Assim Quis A Nossa Mãe Darzh Anreteniud Para Que Guerreassémos Perfeitos Sabendo-Nos Filhos Do Guerrear, soubemos que uma Guerra Do Destino traçaria uma Nova Evolução para toda a nossa Civilização. Nas Raízes Existenciais Da Subraça Keriaunothed, A Terceira Raça Perfeita Da Antiga Criação, modelou-se essa Nova Evolução para toda a nossa Civilização. Essa Nova Evolução Somos Nós Da Nova Luz, Sou Eu Que Sou A Nova Luz, uma Keriaunothed que Automanifestou-Se.

No Grupo De Beria e no Grupo Das Quatro haviam apenas Seres Perfeitos, Seres que sentiam no ar terrestre as vibrações daquele som a pedir sangue, dor, lágrimas e alegrias ao Guerrear. Beria Serah, minha mãe, era um Ser Perfeito; Basemath Horan, que Sabemos Agora Na Nova Luz Que Eu Sou quem sempre Foi e porque iniciou A Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano, era um Ser Perfeito; todo Ser Moldado que lutou, foi morto ou foi extinto na Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano, era um Ser Perfeito. Seres Perfeitos, Todos Eles Empunharam As Espadas De Suas Almas Eternas E Ouviram Os Gritos Todos Do Guerrear A Cada Sangue Que Sorveram Pelos Campos De Batalha No Seguir O Guerrear.

Perfeitamente, O Guerrear que eles seguiram é O Mesmo Guerrear Que Na Nova Luz Que Eu Sou Nós Seguimos. Aqui neste capítulo deste Livro Da Nova Luz, apenas fiz uma breve apresentação do que escreverei no Livro Da Nova Luz Sobre A Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano, no qual todos os detalhes deste Capítulo Maior Do Grande Livro Existencial Da História Keauriotheniana serão contados detalhadamente. Apenas quero deixar exposto um breve pensamento para que todos vós, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou, reflitam, compreendam e aceitem que não podemos jamais desprezar os nossos Antepassados Na Antiga Luz. Toda nossa História encontra-se no que ocorreu no Planeta Terra a partir da Colonização Keauriotheniana, toda a nossa Verdadeira História iniciou-se quando O Maior De Nossa Raça, O Imperador Thades, a quem quase não ouso simplesmente chamar de Sagrado Avô Eterno Meu, como também não ouso chamar o Nosso Moldador Thornadoriusis, Nosso Primeiro Imperador, de Sagrado Bisavô Eterno Meu, retornou ao Planeta Terra para cuidar amorosamente verdadeiro do Despertar Da Nova Humanidade.

Conscientemente, O Imperador Thades Sabia que A Terceira Raça Perfeita Da Antiga Criação, A Subraça Keriaunothed que tornou-se uma Raça Da Antiga Criação, como vemos no Livro Da Nova Luz Sobre A Trajetória Evolutiva Da Raça Keriaunothed, após Eras Universais e Divinas de Aprimoramento Evolutivo, surgiria da Unificação Bioespiritual dos seres humanos aprimorados com os Seres Evoluídos e os Seres Comuns de nossa Raça. Duas Obras Maiores O Imperador Thades Moldou no Planeta Terra, Agindo Pelo Agir Rítmico Do Ato Do Ritmo De Todas As Antigas Esferas Existenciais Da Antiga Luz E Sendo Uma Nova Esfera Existencial A Girar Junto Com A Eternidade Moldada Nas Automanifestações De Eternidades De Todas As Obras.

A Nova Humanidade reconhece, mesmo hoje, o que O Imperador Thades representou para Ela e é na Humanidade mesma que baseou-se todo O Verdadeiro Apogeu Da Raça Keauriotheniana Na Antiga Luz. Pela Humanidade, os Keauriothenianos Da Antiga Luz, principalmente Anirak Gnaix, tudo fizeram para que Ela se tornasse A Segunda Raça Perfeita Da Criação. Sem a Humanidade, a nossa Raça Irmã E Filha, a nossa História Existencial seria como a História Existencial de qualquer outra Raça Moldada. Com a Humanidade, crescemos e avançamos, acima e à frente de todas as demais Raças Moldadas, caminhando agora para a nossa quase total Condição Evolutiva De Raça Automanifestada.

No Curso Histórico Da Humanidade encontramos faustoso o nosso Novo Curso Histórico, Novo Curso Histórico que foi representado pela Guerra Do Destino Da Raça Keauriotheniana. Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou, O Verdadeiro Nome Do Maior Conflito Na Antiga Criação Entre A Darzh Anreteniud E A Todosewha, que historicamente denominamos como Guerra Do Destino Do Império Keauriotheniano, é, Aos Olhos De Todos Os Meus Irmãos Automanifestados, incluindo os Daquelas Minhas Irmãs Automanifestadas Que Automanifestadamente A Abençoaram, A Guerra Do Destino Da Raça Keauriotheniana.

Mas, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou, naquela data terrestre de 31 de dezembro de 3088, nenhum combatente ansioso pelo Guerrear Sabia do que se tratava todo aquele aguardar de mais um conflito entre A Nossa Mãe Automanifestada Que Auxiliou No Moldar Definitivo De Tudo Que Há Como Moldado E A Negra Mãe Automanifestada Do Vazio Que Antes De Tudo Ser Moldado Havia. Eles não Sabiam, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou, de tudo o que na Nova Criação, No Hoje Maior Nosso, Sabemos.

Eles, todos eles, não eram inocentes e nem eram culpados quanto ao predomínio da Ignorância Moldada em suas Almas Eternas, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou. Naquela data terrestre de 31 de dezembro de 3088, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou, eles apenas apoiavam-se na Sabedoria Da Espada: Erguer-Se Contra A Ordem Contrária Das Corretas Doutrinas Existenciais De Vida Eterna Apenas No Aproveitamento Das Coisas Imediatas Menores Obtidas Sem Todos Os Maiores Esforços Maiores E Sem O Coroamento Das Batalhas Sagradas Que Abençoam O Existir E Que Estão No Guerrear Pelo Obter Das Coisas Que Verdadeiramente Perduram Eternamente Entre Todas As Coisas Que Perduram Eternamente.

A Sabedoria Da Espada É A Sabedoria Definitiva Da Raça Keauriotheniana, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou. Leiam a nossa História Existencial, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou, A Sabedoria Da Espada Nela Pousa E Repousa A Sua Lâmina Nos Maiores E Nos Menores Empunhadores De Espadas Que Integraram A Nossa Raça.


Conquista, Filhos Da Nova Luz Que Eu Sou, Luzidia Conquista!








0 Loucas Pedras Lançadas: