A Alta Divina Tradição Revelada Nos Altos Divinos Versos Da Divina Comédia Do Grande Divino Mestre Dante Alighieri


Se atualmente é mais ou menos admitido que Dante foi um Iniciado, no entanto, não é possível relacioná-lo com tal ou qual corrente esotérica ou iniciática. De resto, a tentativa que consiste em querer inseri-lo em tal ou qual filiação parece-nos totalmente inútil diante de duas raras evidências.


Dante é, antes de tudo, um grande poeta de imenso gênio literário, alimentado por uma filosofia livre e toda pessoal, e de uma espiritualidade abundante. Em seguida, o seu pensamento multiforme é o reflexo de centros de interesse tanto místicos quanto políticos, passados à prova de uma existência movimentada de homem comprometido com a vida da cidade. Seu gênio não lhe permitiria encerrar-se em alguma filiação espiritual, qualquer que fosse. Testemunhas disso são os comentários de autores tão diversos quanto René Guénon, Louis Lallement, André Barthélémy, Eugène Canseliet, Carl Gustav Jung, Paul Aléxis Ladame, André Pézard, Jacqueline Risset e alguns outros.


Robert Bonnell

In: Dante, O Grande Iniciado

pag. 206



Dentro das premissas de um Caminho Iniciático provável, não é possível condicionar Dante, como bem o diz acima Robert Bonnell, que podemos considerar como o Grande Decodificador Da Divina Comédia e, ao mesmo tempo, da Alma Poética do Grande Divino Mestre em seu formidável livro. Dante, O Grande Iniciado: é o que podemos denominar de O LIVRO. É um dos mais importantes e maiores que já li em toda esta minha Existência até agora, um tratado esotérico completo acerca das caminhadas dantescas no terreno da Iniciação que, como dito antes, lhe foi toda particular e própria de uma alma dotada no grande interesse de Ascender até as mais Altas Esferas. O livro é um curso excelentíssimo de Hermetismo, Esoterismo Cristão, Numerologia Sagrada, Tarot e Alquimia, complementado ainda com observações precisas sobre Astrologia Esotérica, Mitologia Universal, Religiões e História. Em sete caminhos divide-se o livro:



I

O “Tohu-Bohu” De Um Destino Em Cinco Idades


Observações dos detalhes presentes no destino de Dante referentes ao seu Existir e o sentido de suas obras refletidos nesse mesmo Existir



II

As Nove Obras... Testemunhas De Uma Busca Espiritual Irresistivelmente Orientada


Exame das nove obras de Dante em seus sentidos iniciáticos e simbólicos



III

A Viagem Iniciática E Filiação Espiritual


Os detalhes referentes ao Espiritual Envolvimento de Dante com o que se aproxima das suas visões de mundo descritas em seus livros



IV

O Número


A Numerologia Sagrada Revelada E Revelando Os Sagrados Divinos Mistérios contidos na Divina Comédia



V

O Simbolismo Sagrado Dos Sítios Nos Três Mundos Da Divina Comédia


Inferno, Purgatório e Paraíso analisados e comentados conforme os ditames esotéricos da Antiga Tradição Hermética, da Kaballah e do Esoterismo Cristão



VI

Sob O Véu Dos Versos Estranhos, Ou...

A Alquimia Operativa Da Divina Comédia


A Alquimia Espiritual apresentada nos esotéricos versos da Divina Comédia é o tema deste capítulo, um dos mais elucidativos e brilhantes do livro



VII

Os Arcanos Da Divina Comédia Ou Os Símbolos Maiores Das Forças E Dos Seres Em Presença Na Grande Aventura Da Transmutação Espiritual


O Tarot e seus Arcanos correspondentes à Viagem Iniciática Dantesca em uma grandiosa apresentação e explicação pelo Inferno, pelo Purgatório e pelo Paraíso



Ao final do livro, um complemento enriquece ainda mais o todo do mesmo:



Complemento I

O Ciclo Iniciático Da Semana Santa E Da Páscoa, E Além.

A Sincronicidade Entre As Sagradas Escrituras E A Divina Comédia


Exame das referências e similaridades da Divina Comédia com o Esoterismo Cristão



Igualmente, um anexo tem o mesmo efeito enriquecedor:



Indicações Sobre As Chaves Essenciais A Respeito Do Hermetismo Cristão


Uma detalhada revisão do conteúdo hermético da Divina Comédia em face das diversas linhas de pensamento esotérico descritas e citadas e desenvolvidas no livro todo desde a primeira página (o livro de Bonnell)



As etapas das sucessivas leituras bastante educativas e elevantes da mente são ganhos a mais na intelectividade e na Espiritualidade, se tu, leitor virtual, procura algo que fuja da mesmice da maioria dos livros que versam sobre Magia, Ocultismo e Esoterismo. Dante surge às vezes na pena da Bonnell e é como se ditasse todo o livro com a sabedoria de Divina Natureza que agora ele possui nas Esferas pelas quais transita livre da envenante atmosfera da carnalidade. Este foi todo o objetivo, desde o início de Dante, ao realizar A Obra Em Negro (O Caminhar No Inferno), A Obra Em Branco (O Caminhar No Purgatório) e A Obra Em Vermelho (O Caminhar No Paraíso), é o Poeta-Mago no início de sua Caminhada Iniciática rumo à Ascensão e ao encontro da Unidade, tal como descrito por Bonnell:



O Poeta-Mago encontra-se a caminho de uma experiência de percepção interior. E essa percepção tem por objetivo compreender a origem de todas as coisas e a Unidade que as rege. Mas, maleficiado, esse caminho representa todas as forças hostis a essa percepção interior. Ele diz respeito a todas as categorias de Condenados que o poeta encontrará nos nove círculos do Inferno.


Pag. 534



Vencidos todos os obstáculos no Inferno, Dante chega ao Purgatório, sempre guiado por Virgílio, onde se torna o próprio Eremita a fim de ultrapassar mais uma etapa em direção ao Um:



A Prudência é o início da Sabedoria. O Eremita é um mestre secreto que trabalha, como diz Oswald Wirth, para condicionar o futuro em gestação. Ele está desligado do Mundo e de suas paixões e leva a sua busca como perfeito Iniciado. A Humildade é a primeira das virtudes enfrentada no Purgatório de Dante, diante do pecado do orgulho encontrado no primeiro terraço. Mago no prólogo do Inferno, cheio de promessas e de limites, Dante agora é esse Eremita, no Purgatório, no meio do processo de iniciação, sempre sob a vigilância de Virgílio e aprofundando a sua busca no Invisível.


Pag. 551



E, diante do Um, Dante se insere no contexto vibratório do Arcano Do Mundo:



Ele se situa além dos três ciclos descritos e associados ao Inferno, ao Purgatório e ao Paraíso da Divina Comédia. É como se fosse o seu coroamento. Ele corresponde à entrada de Dante no Empíreo e ao seu Êxtase Místico na contemplação da Rosa dos Bem-aventurados, de Deus e de toda a Corte Celeste.


(...)


O Arcano do Mundo é a Totalidade do Homem e do Mundo, incessantemente criada pelo movimento harmonioso que mantém os elementos em equilíbrio e o Homem em sua ascensão espiritual. De fato, podemos ver o equilíbrio entre os quatro elementos em gestação ao longo da viagem inicática de Dante nos três mundos da Divina Comédia (...)


Aos olhos do poeta, esse equilíbrio o conduz à fusão com o Divino e o Êxtase Místico.


Pag. 587



Capacitado a nos dar uma visão completamente autêntica e original da obra maior de Dante, Bonnell é o próprio Papa, detentor das Coisas Raras que possuem Mistérios desvendáveis se os nosso Olhos Espirituais estão atentos ao Mover Raro De Todas As Coisas. Ele é um grandiosíssimo mestre na arte da estudada e cuidadosa elaboração de cada parte do livro, que em si mesmo é uma obra-prima de extremíssima e profundíssima qualidade aos que estudam e praticam a Magia, o Ocultismo e as Ciências Ocultos; e, também, aos que simpatizam intelectivamente com tais assuntos e vertentes iniciáticas apenas a nível de leituras instrutivas d'alma e da mente. No apanhado geral, é um grande livro a todos recomendado e que passa uma mensagem diretamente ditada por Dante ao autor, o qual Compreendeu Em Verdade a Alta Divina Mensagem Da Divina Comédia, como comprova este seu poema presente na obra após a exposição do complemento referente aos aspectos de ligação entre as Sagradas Escrituras e a eterna obra iniciática dantesca:



Metamorfose


De arcano em arcano,

perscrutas o caminho.

No céu de teus manás,

reconhece teu Destino.


E vê o doce segredo,

que, passo a passo, te leva

Para a Felicidade:

É simples: Ama!


Se tua alma sofre,

entendas o Poeta:

Que o Espírito Purpúreo

ilumine tua testa.


Tua metamorfose

retirará o véu,

e, como ele, ousa

remontar às estrelas.


Então suprimirás

as sombras de tua vida,

e Luz terás

para todo confronto.


E tua história, então,

de Humana Tragédia

se transformará em Ouro:

Divina Comédia.


Robert Bonnell



E Tudo Novo Vai...


Vai Às Estrelas!


Vai Às Grandes Estrelas!


Vai Às Eternas Estrelas!


Vai Ao Alto Sonho Das Verdades Estelares!


Vai Ao Alto Sonho Da Alta Verdade!


A Alta Verdade Una!


A Alta Verdade Sagrada Do Um!


A Alta Verdade Divina Do Um!


Estrelas!


Estrelas!


Estrelas!


Todas As Estrelas!


Todas As Estelares Luzes!


Dante Sonhando!


Dante Amando!


Dante Sendo!


Dante Eternizando!


DANTE!!!


DANTE!!!


DANTE!!!


DANTE!!!


DANTE!!!


DANTE!!!


DANTE!!!


DANTE!!!


DANTE!!!


Recebendo-Vos De Braços Abertíssimos Nos Estelares Caminhos Das Unas Estrelas!


Saudações Inomináveis a todos vós, leitores virtuais!


Links:

Dante, O Grande Iniciado - Submarino

A Divina Comédia - Submarino

Otfried Lieberknecht Home Page For Dante Studies

Princeton Dante Project

Renaisance Dante In Print

The Darthmouth Dante Project On The Web

The Story Brook Dante Project

SPOLIA - Informazioni, studi e ricerche sul Medioevo






0 Loucas Pedras Lançadas: