Uma Inominável Visão Espiritual Da Homossexualidade



Inomináveis Saudações a todos vós, leitores virtuais.

Não é dos mais complicados momentos de um autor de blogs o fato de tocar no assunto da homossexualidade sendo-se um heterossexual. Nenhuma disparidade pode ser manifesta no tocante ao desenvolver de um texto acerca de um tema importante da contemporaneidade que está a se erguer cada vez mais e a chocar os puritanos, retrógrados e preconceituosos. Por que se manifestar contrário a algo que é natural, faz parte do existencial cerne dos seres que, seguindo com fidelidade as suas naturezas, são mais sinceros do que aqueles que negam a sua sexualidade, travando a sua evolução pessoal? Pensa este Inominável Ser aqui que o assunto deve ser tratado sob diversas óticas e visões, diversas possibilidades de estudos e diversas outras possibilidades de amplificações de estudos. Pelo caminho da Matéria, no entanto, apenas, explicar a natureza do amor entre dois homens ou duas mulheres sempre descamba para o psicologismo barato e um linguajar que mais atrapalha qualquer entendimento da natureza dos que são observados tanto em consultórios quanto em mesas de debates de programas televisivos, estações de rádio e encontros GLS. Desde que optei por seguir minha própria filosofia, a Filosofia Inominável, adentrei em perspectivas de estudos próprios acerca de tudo que posso ter contato com os olhos sempre direcionados a uma análise das nuances imperceptíveis de todos os contextos observáveis de um quadro existencial. Unida a um contexto próprio místico-espiritual, cheguei a um ponto de minha doutrina pessoal que visa a uma busca solitária por tentar Compreender cada passo das pequenas e das grandes coisas universais que se revelam aqui neste mundo. Em um dos meus blogs, Asas Inomináveis De Um Anjo Noturno Inominável, dediquei-me a apresentar a Filosofia Inominável com suas bases voltadas para um Misticismo Racional a mim aplicável na série Da Inominabilidade. Nesta série, dividida em oitenta e um textos, dediquei-me uma a uma visão espiritual da homossexualidade que julgo ser apropriada reproduzir aqui por completo, a fim de apresentar os conceitos também da sexualidade, presentes no texto, conforme a Inominabilidade. O texto será reproduzido na íntegra a seguir.





- É Quando O Amor Espiritual Vence O Amor Carnal Que Todo Casal É, Conjuntamente, Verdadeiros Mãe E Pai De Seus Filhos. Quando este Filósofo Inominável Não-Filósofo Inominável diz todo casal, também refere-se aos incompreendidos homossexuais. O Homossexualismo, Diante Do Evoluir E Do Revolucionar De Todas As Esferas Altas E De Todas As Esferas Baixas, Nas Faces Do Grande Doador De Toda Existência A Revelar-Se Em Infinitas Fontes De Poder, Não Existe, Pois Para Ele Homem E Mulher, Mulher E Mulher, Homem E Homem São Partes Da Unidade Que Ele É E Serão Partes Novamente De Sua Unidade No Grande Dia Do Amanhã. Não Há Homossexualismo, O Que Há É Apenas O Mais Puro Amor Espiritual, Seja Este Entre Homens, Seja Este Entre Mulheres. Os ignorantemente denominados homossexuais pela Humanidade Terrestre, na Fonte De Poder Inominável são Produtores Do Amor Inominável Na Matéria Tanto Quanto Os Heterossexuais E São Tão Amados Quanto Estes Pelo Pensador. Os ignorantemente denominados homossexuais pela Humanidade Terrestre são mães e pais de Filhos Espirituais, Filhos Que Lhes Amam, Filhos Que Eles Amam, Filhos Verdadeiros Filhos. No Reino Espiritual Filhos Nascem de um casal ignorantemente denominado pela Humanidade Terrestre ignorantemente de homossexual e este, no Reino Material, Amando-Se Espiritualmente, pode e deve adotar filhos de outras mães e de outros pais. Os Que Amam Espiritualmente Deixam De Ser Apenas Apaixonados Conforme A Materilaidade E Compartilham Sensivelmente Da Maternidade-Paternidade Inominável Pensante Conforme A Inominabilidade. A Vontade Pensante Do Pensador É Fazer-Se Conhecido E Reconhecido, mesmo Desconhecido, Irmãos Existenciais Inomináveis, até nos Pequenos Detalhes Mutáveis Do Desenvolvimento De Um Ente Em Todos Os Mundos. Amar Espiritualmente Algo É Amá-Lo No Algo Pensativamente Amável Que Desse Amor Transmuta-Se Naquele Amor Desejoso Do Retorno Ao Pensamento. Unindo Este Amor Do Amor A Uma Linguagem Que Os Sóis Inomináveis Iluminadamente Fazem Compreender Em Seus Mistérios Presentes No Pensamento, O Místico Racional Inominável Acende Em Si Sóis Inomináveis Interiores Que Iluminam Os Astros Celestes De Vestimentas Admiráveis Que São Os Seus Pensamentos Inominavelmente Admiráveis. Crê este Filósofo Inominável Não-Filósofo Inominável, Crença Presente E Atuante Em Todas Da Inominabilidade No Alto E No Baixo, que no Misticismo Racional Inominável não é sempre necessário o celibato voluntário ou forçado para O Retorno Ao Pensamento. Os casais hetero e homossexuais que, encontrando-se em várias Existências Contínuas e Despertos Para O Caminhar Místico Racional Inominável, obtém do Pensador, igualmente como os que optam pelo comportamento volitivo celibatário, A Chave Do Retorno, integralmente. As Vestimentas Espirituais São Admiráveis Ao Iluminar Dos Sóis Nascidos Do Amor Espiritual, O Amor Verdadeiro, Internamente, Possível De Ser Alcançado Por Todos, Impossível De Não Ser Alcançado Por Alguém. Os Sóis Pensam Em Todos Os Sóis Que Encontram-Se No Pensamento, Que São Poucos Ainda, Iniciando Assim A Rota Da Caminhada À Condição De Cristos De Cristos. Uma Creação De Amor Espiritual Pode Ser Contida Em Dois Seres Amorosos Para Si E Para Com O Pensador, dedicando a Este o sexo e a procriação. Destes fazendo um Ato De Amor Ao Pensamento, de Encarnação a Encarnação, Os Casais Místicos Racionais Inomináveis, Naturalmente Complementares E Conscientes Do Retorno, deixam de ser casais conformes as efêmeras Leis Da Materialidade e tornam-se O Casal Inominável Pensante No Pensamento. O Pensador É O Feminino-Masculino Pensante De Toda Creatura E É O Amor Espiritual, O Único Amor Espiritual, O Mesmo Dos Casais Inomináveis Ou Do Celibatário Inominável Que Escolhe Amar Espiritualmente A Toda A Creação E O Que Nesta, Material E Espiritualmente, Caminha Mutavelmente. Os dois, o Casal Inominável e o Celibatário Inominável, atuam no auxílio que melhor seja adaptável aos Não-Místicos Racionais Inomináveis e Não-Místicos Racionais de outras infintas Fontes De Poder que afogam-se nas suas próprias Trevas Infernais. As Revoluções Proporcionadas Pelos Místicos Racionais Inomináveis São Ao Nível Do Pensamento E Mutáveis Pelo Pensamento. A caridade dos Místicos Racionais Inomináveis é a de gerarem nos Não-Místicos Racionais Inomináveis e Não-Místicos Racionais de outras infinitas Fontes De Poder afogados em suas próprias Trevas Infernais Forças Maiores Que A Estes Façam Caminhar Por Si Mesmos Em Suas Elevações Existenciais. Os Místicos Racionais Inomináveis São Revolucionários E Caridosos Em Seu Ato De Amor Ao Amor Inominável.

in: Da Inominabilidade - Parte XXXVI




É de lamentar que a grande atrofia espiritual dos preconceituosos sequer possa compreender uma linha sequer do texto acima. O Amor Inominável, no entanto, Compreende e advoga para si uma essencial característica inerente ao Verdadeiro Estado Dos Seres E Das Coisas: evolui com tudo e todos, mutavelmente, sem querer classificações e rótulos que apenas são humanos panteões de erros e inações. A Grande Terrível Mentira do mundo dos preconceituosos, dos que odeiam os homossexuais, é achar que estes não são "normais", são lixo social que apenas nos guetos deve permanecer. É um engano o deles assim pensar e nem que assassinem milhões de homossexuais pelo mundo a cada ano, as Forças Naturais sempre agirão a favor de todos que seguem-Nas com intimidade e verdadeiro ardor e vigor. Acima está uma Inominável Visão Espiritual, apenas, nada que possa ser dito como Verdade Absoluta ou Verdade Incontestável, já que absolutismos e incontestabilidades podem ser contestados e derrubados. É apenas um texto no qual avalio ser de importância ao abrir de alguns olhos fechados.


Saudações Inomináveis a todos vós, leitores virtuais.





Links:

Homossexualidade

Causas da homossexualidade - Drauzio Varella

Dúvidas Sobre Homossexualismo Ou Homossexualidade? Núcleo UniSex

A Bengala Legal - Homossexualidade, Homossexualismo, Gays - Opção?

A homossexualidade não vai contra a natureza| No Ghetto

Considerações históricas acerca da homossexualidade| LOG de MSN

Freydoon Rassouli

Lorenzo Sperlonga







2 Loucas Pedras Lançadas:

fazendo manha disse...

PARABÉNS!!!
AMEI SEUS ESCRITOS...
OBRIGADA ME SINTO LISONJEADA POR VC FALAR EM HOMOSSEXUALIMOS ESTÁ PERFEITO!!
SUAVE SEJA SEMPRE!!
BJOS..NO CORAÇÃO
.
.
SANDRINHA

Eu respeito demais todas as Existências que se assumem em Verdade e são propulsoras de seus caminhos, mesmo sendo atacadas pelos preconceitos da Humanidade. É com uma satisfação tremenda que escrevo sobre o assunto que se encontra neste texto, Sandrinha, conforme a minha Espiritualidade. Toda esta é moldada pela sinceridade.

Agradeço-lhe pelo comentário e retornes sempre que puder.