Filosofia E Filosofar: O Que É?


Inomináveis Saudações a todos.

Falemos da Filosofia neste primeiro encontro nosso. O que define a Filosofia? Ficar a imaginar-se em um mundo contemplativo, além das coisas deste mundo? Acomodar-se acima de milhares de livros como um louco estudioso, um nerd completamente afoito em apenas estudar? Ou a Filosofia é algo mais, algo que pode ser prático, útil e de desenvolta força para agitar o interior humano que quer mudanças maiores?

A Filosofia não é apenas um complicado emaranhado de sistemas, mas é um estilo de vida fora de estilos de vida comum. Não falo para ninguém seguir as palavras de Friedrich Nietzsche, Georg Wilhelm Friedrich Hegel, Immanuel Kant, Jean-Jacques Rousseau ou Arthur Schopenhauer; seguir as palavras de outros é ser um rôbo que pensa apenas através de máximas ditadas por um mestre. Até penso que vê-los como superiores é erro, já que a potencialidade filosófica está no interior de todo ser humano.

Talvez muitos que leiam esta mensagem tenham uma idéia errônea acerca da Filosofia e do filosofar fruto do que se acredita o que seja a Filosofia e o filosofar. Já que ser admirador da Filosofia e do filosofar não é seguir as palavras de outros simplesmente, digamos que ter em si mesmo as próprias palavras como guias é poderosamente mais eficiente do que guiar-se por palavras exteriores. É muito singular aquele que procura em si as respostas e encontra apenas mais dúvidas, mais tristezas e mais angústias diante da impossibilidade de chegar-se a respostas definitivas, seguras, verdadeiras, infalíveis.

Filosofando teoricamente chega-se ao filosofando praticamente, ou seja, pondo na vida diária as reflexões acerca dos problemas da realidade tudo pode tornar-se muito melhor, menos doloroso, menos sufocante, menos definidor apenas de desencontros. A Filosofia possui muitas filosofias e todos podem possuir uma filosofia, pois a maravilha da realidade é ter pensamento próprio, idéias próprias, infinitos caminhos próprios gerados por um pensamento próprio. Mais do que uma tarefa que muitos acreditam como inútil, a Filosofia expande a consciência interior e o ser que acredita-se inferior pode alcançar um status existencial superior.

Definir o que em essência é a Filosofia seria uma pretensão vã minha, pois a visão que aqui apresento a vocês é a minha visão, apenas a minha mais nítida e profunda visão acerca do que ela diz ao meu ser. Indefinível é a essência, essência total, da Filosofia, e toda tarefa, seja até a de um futuro filósofo que venha a superar Platão e Aristóteles, nesse sentido, seria vã. A Filosofia que aqui interpreto possui seu sentido a partir da minha filosofia particular, íntima, e não cabe como interpretação maior de tal ciência. Não há definição real da Filosofia, apenas definições ideais particulares do que ela seja.

Saudações Inomináveis a todos.

06 de julho de 2006


2 Loucas Pedras Lançadas:

Pululu Garcia disse...

Filosofar é pensar por conta própria; mas só se consegue fazer isso de um modo válido apoiando-se primeiro no pensamento dos outros, em especial dos grandes filósofos do passado. A filosofia não é apenas uma aventura; também é um trabalho, que requer esforços, leituras, ferramentas. Os primeiros passos costumam ser rebarbativos, e já desanimaram mais de um.

O desânimo nasce da busca vazia, mas quando a mesma é preenchida pelos mais altos valores, toda parcela alcançável de resultados é bastante positiva.